Consultório Financeiro

Como investir pouco dinheiro, mas durante 20 anos?

Tenho 30 anos e guardo um pouco de dinheiro todos os meses que só gostaria de usar daqui uns 20 anos. Espero não precisar mexer nesse dinheiro. Como não é um valor alto, gostaria de saber como posso investir pouco, mas investindo bem.

Tatiana Felix Bauab, CFP®, responde:

O primeiro passo para o seu planejamento financeiro você já tomou: ter a consciência sobre a importância de desenvolver o hábito de poupar dinheiro, podendo transformar seus sonhos em objetivos e programar o seu futuro com mais tranquilidade.

Antes de explorarmos a questão sobre investimentos, acho pertinente falarmos sobre a importância de você ter os seus objetivos de vida bem definidos, tê-los sempre em mente, pois a sua carteira de investimentos levará em conta esses objetivos.

Podemos citar como objetivos de vida alguns exemplos, tais como, criar uma reserva financeira para uma vida confortável na aposentadoria, assegurar qualidade de vida para sua família, se preparar para uma eventual instabilidade econômica, comprar uma casa, dentre outros.

Com esse primeiro passo do planejamento financeiro analisado e definido, partimos para as questões de alocação de patrimônio e política de investimento, na qual a definição de objetivo, tempo e perfil de investimento, capacidade de poupar, avaliação do risco que está disposto a correr, bem como a capacidade de correr riscos são pré-requisitos para a definição de onde, quando e como investir.

Em sua alocação de patrimônio não se esqueça de constituir uma reserva de emergência, também conhecida como “colchão de segurança”, sendo esta de inteira necessidade para se precaver de casos inesperados que possam surgir, em que a necessidade de ter dinheiro “em mãos” é quase que imediata. Caso não a possua, é importante constituí-la para que, em caso de necessidade, você tenha uma reserva destinada a imprevistos.

Em se tratando de reserva de emergência, temos a questão de liquidez, ou seja, ter o dinheiro disponível sempre que precisar. Para isso, existem os fundos de investimentos DI, com prazo de resgate diário, ou até mesmo o Tesouro Direto com títulos indexados à taxa Selic. Os títulos bancários, como os CDB’s, com liquidez diária, também podem ser boas opções, sendo sempre importante se atentar à remuneração oferecida pelos títulos.

Em relação ao investimento com prazo de 20 anos, temos um “leque” maior de opções, porque se trata de um prazo mais longo. Para esse prazo, podemos citar os títulos públicos de renda fixa, como por exemplo, o título Tesouro IPCA+” que possui um retorno de taxa de juros prefixado e índice de inflação (IPCA), no qual permitirá que você mantenha o seu poder de compra ao longo do tempo.

Ainda para investimento de longo prazo, podemos elencar os fundos multimercados e fundos de ações que possuem um grau mais elevado de volatilidade e risco. Porém, nessas opções é importante que você faça uma análise quanto a sua capacidade de correr riscos e tolerância a perdas.

Por fim, salientamos a importância de que você faça, de tempos em tempos, uma análise de sua carteira de investimentos, seus projetos de vida e sua preparação para aposentadoria, para uma realocação do patrimônio financeiro dentro das diversas opções de investimentos.

Fique sempre atento ao cenário econômico, invista também em sua educação financeira para fortalecer seu hábito de poupar, aprofundar seus conhecimentos financeiros e aproveitar boas oportunidades. Para isso, destacamos o papel dos planejadores financeiros que possuem visão estratégica e conhecimentos de administração de investimentos, gerenciamento de riscos, seguros, previdência, dentre outros, que podem auxiliá-lo.

Boa sorte!

Tatiana Felix Bauab é planejadora financeira pessoal e possui a certificação CFP® (Certified Financial Planner), concedida pela Planejar – Associação Brasileira de Planejadores Financeiros. E-mail: tatibauab@hotmail.com.

As respostas refletem as opiniões da autora, e não do jornal Valor Econômico ou da Planejar. O jornal e a Planejar não se responsabilizam pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso destas informações. Perguntas devem ser encaminhadas para: consultoriofinanceiro@planejar.org.br.

Texto publicado no jornal Valor Econômico em 04 de dezembro de 2019

0