Consultório financeiro - Texto

Como conter gastos se o custo de vida está alto?

Igor Menezes, CFP®, responde:

Neste artigo, veja 10 dicas práticas para diminuir os gastos diários e trilhar um caminho sustentável em direção à saúde financeira.

Ter um orçamento bem definido e acompanhar o fluxo de caixa é rotina essencial em uma boa gestão financeira pessoal. Muitas vezes, pequenas mudanças nos hábitos cotidianos podem resultar em economias significativas ao longo do tempo.

1- Determine seu planejamento orçamentário, as entradas, o valor a ser poupado e a distribuição dos gastos essenciais. É também de suma importância acompanhar o fluxo de caixa para conseguir cumprir com aquilo que foi previamente planejado.

2- Gastos essenciais e prioridades são os gastos realmente necessários. O resto não é importante agora. Se você está em dúvida se algo é prioridade de fato, experimente não gastar com isso e esperar 30, 60 ou mesmo 90 dias para ver se fará muita falta na sua vida.

3- Cuidado com os gastos invisíveis. Muitas pessoas estão pagando por coisas que desconhecem, ou mesmo deixam de encerrar por serem de “pequeno valor”. Elimine todos esses gastos urgentemente.

4- Planeje sua alimentação. Todos os dias precisa-se comer, e muitas vezes as pessoas tomam decisões

caras porque estão com a barriga vazia e sem tempo para pensar no que comer. Priorize cozinhar em casa ou se alimentar em restaurantes mais em conta. Guarde seu dinheiro para as datas comemorativas.

5- Economia em compras diárias. Ao fazer compras, aproveite promoções, use cupons, apps de consumo e programas de fidelidade. Compare os preços dos produtos. Priorize a relação custo-benefício.

6- Cartão de crédito. O vilão de muitos brasileiros pode ser um meio de economizar e, também, de ganhar benefícios. Lembre-se de acompanhar a fatura no app e de estabelecer limites que não permitirão que você gaste mais do que deve. Evite pagar anuidade e saiba sobre as regras de isenção do seu cartão.

7- Transporte. Você já parou para somar o quanto o seu automóvel custa para você? Já experimentou usar transporte público? Passou o mês todo se locomovendo por transportes de app? Procurou saber quanto custa um carro por assinatura? E quando você realmente decidir viajar e alugar um carro, quanto custaria? Provavelmente as respostas de algumas dessas perguntas vão fazer você economizar dinheiro.

8- Nunca compre por impulso. Além da técnica de esperar para comprar algo, já mencionada na dica número 2, melhore o autocontrole e evite gastos impulsivos. Faça uma lista de desejos. Antes de comprar qualquer coisa, tenha em mãos uma pesquisa minuciosa. Assista a vídeos e leia conteúdos e feedbacks sobre os desejos. Avalie a necessidade real de cada um.

9- Clubes de descontos. Muitas vezes já fazemos parte de clubes de descontos e benefícios. Utilizar eles podem nos trazer grandes economias em diversos produtos que consumimos no nosso dia a dia.

10- Reserva de emergência. Ter uma economia guardada disponível para eventuais gastos pode ajudar a evitar juros em parcelas e conseguir melhores condições à vista, além de evitar dívidas em momentos inesperados.

Ao adotar essas estratégias, você estará no caminho certo. Lembre-se de que pequenas mudanças podem ter um impacto significativo no futuro. Com determinação e planejamento, você estará mais apto a atingir seus objetivos financeiros e desfrutar de uma vida mais tranquila e equilibrada.

Igor Menezes é planejador financeiro pessoal e possui a certificação CFP® (Certified Financial Planner), concedida pela Planejar – Associação Brasileira de Planejamento Financeiro. E-mail: [email protected]

As respostas refletem as opiniões do autor, e não do jornal Valor Econômico ou da Planejar. O jornal e a Planejar não se responsabilizam pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso destas informações. Perguntas devem ser encaminhadas para: [email protected]

Texto publicado no jornal Valor Econômico em 13 de maio de 2024

1