Seu Planejamento Financeiro

Tenho um apartamento de R$ 230 mil, mas o condomínio é sempre muito alto e penso em vender e alugar uma casa mais modesta, mas tenho medo. É uma boa opção?

Annalisa Dal Zotto, CFP®, responde:

Do ponto de vista financeiro sim, é uma boa opção.

Sua dúvida é muito pertinente e vou respondê-la com alguns cálculos e simulações para lhe dar suporte na tomada de decisão.

Primeiramente, recomendo que você faça uma reflexão sobre quais os impactos da mudança no seu dia a dia e qualidade de vida. Converse também com as pessoas que seriam impactadas pela mudança para entender as necessidades de cada um.

Agora vamos aos cálculos.

A ideia é deixar mais claro para você qual o impacto dessa decisão no seu futuro financeiro, por isso vou utilizar um exemplo fictício, que pode ou não refletir sua realidade prática.

Vamos supor inicialmente que:

  • Você venda seu imóvel por R$ 230 mil (já líquidos de impostos e taxas);
  •  Você invista o valor da venda a 100% do CDI (considerando CDI de 6,5% ao ano e inflação de 4% ao ano, isso geraria uma taxa real de juros de 2,40%);
  • O valor mensal do seu condomínio seja de R$ 600,00;
  • Você consiga alugar uma casa mais modesta por R$ 500,00 por mês;
  • O seu custo com a manutenção da casa seja de R$200 mensais.

Importante: os valores podem ou não ser praticados no mercado imobiliário da sua região, lembre-se de que estamos usando um caso fictício para ilustrar.

Com a venda do imóvel:

·         Você economizaria R$ 600,00 de condomínio;

.     Você teria um rendimento real (acima da inflação) de R$460,00 por mês (bruto) ou R$ 356,50 por mês (líquido de impostos. O cálculo foi feito com aplicação de R$ 230 mil a uma taxa real de 2,40% ao ano, considerando 22,5% de imposto de renda (vale ressaltar que o imposto de renda pode chegar a 15%);

.    Ou seja, um ganho financeiro líquido de R$ 956,50.

Com o aluguel da nova casa:

·         Você gastaria R$ 500,00 por mês de aluguel;

·         E gastaria R$ 200,00 por mês de custo de manutenção;

·         Ou seja, teria um custo mensal de R$ 700,00.

Veja que, nesse exemplo, a venda é uma boa opção do ponto de vista financeiro e lhe geraria uma economia mensal de pouco mais de R$250,00. Porém, lembre-se de levar em consideração na sua decisão, a reflexão feita entre você e as pessoas envolvidas na mudança.

Importante ressaltar que o valor da renda simulada dos investimentos financeiros terá sempre o mesmo poder de compra que esses valores possuem hoje, pois estamos fazendo a simulação usando a taxa real de juros (ou seja, ganho acima da inflação).

E onde investir o dinheiro?

Para lhe orientar qual o melhor veículo de investimento (carteira de investimentos ou previdência privada), seria necessário analisar suas questões tributárias e sua disciplina de poupança.

Recomendo também que você conte com orientação profissional para fazer seus investimentos.

De qualquer forma o primeiro grande passo você já deu ao buscar informações para a melhor tomada de decisão.

Annalisa Dal Zotto é planejadora financeira pessoal e possui a certificação CFP® (Certified Financial Planner), concedida pela Planejar – Associação Brasileira de Planejadores Financeiros. E-mail: annalisa@parmais.com.br

As respostas refletem as opiniões do autor, e não do jornal Valor Econômico ou da Planejar. O jornal e a Planejar não se responsabilizam pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso destas informações. Perguntas devem ser encaminhadas para: consultoriofinanceiro@planejar.org.br.

Texto publicado no site Época Negócios em 23 de julho de 2019.

0